O HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS.

ESBOÇO 306

TEMA: O HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS.

Achei a Davi, filho de Jessé, varão conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade” Atos 13:22.


INTRODUÇÃO

Davi, seu nome significa “Amado” era um pastor de ovelhas, foi escolhido por Deus para ser chefe do seu povo e segundo rei de Israel. Davi era um homem de contrastes violentos, ele não fazia nada com indiferença. Muito embora tenha cometido muitos pecados terríveis, no entanto seu arrependimento era profundo e duradouro. As escrituras se referem a ele como “um homem que agrada a Deus”. Davi passou por muitos sofrimentos durante a sua vida, teve que enfrentar as conseqüências dos seus pecados e os castigos de Deus como a morte de seus filhos e a proibição da construção do templo. Davi exerceu uma grande liderança, naquela época, a nação de Israel alcançou destaque como nunca havia conhecido. Comentaremos sobre a sua chamada, seus pecados, os castigos de Deus sobre ele, porque ele ainda continuava sendo o homem segundo o coração de Deus, a sua adoração e humilhação diante do Senhor.


Quem era Davi?

  • Era um dos filhos de Jessé o belemita, ruivo, formoso de semblante, e de boa aparência, um moço simples e obediente, bom harpista, pastor de ovelhas, cuidava do rebanho do seu pai, arriscava sua própria vida pelo rebanho (I Sm 17:34-37), homem de guerra, animoso sisudo em palavras e o Senhor era com ele (I Sm 16:17,18).

Onde estava Davi?

  • Estava por trás da malhada (2 Sm 7:8; I Sm 16:11,12; I Cr 17:), mas Deus conhece a todos, e sabe onde todos estão “os olhos do Senhor estão em todos os lugares, e contemplam todos os filhos dos homens” (Sl 33:15; I Pe 3:12). Ele conhece e esquadrinha os corações e os pensamentos, assim falou Davi aconselhando o seu filho e sucessor Salomão (I Cr 28:9).

A predisposição de Davi.

  • Indo Davi levar alimentos para seus irmãos, se deparou com uma situação constrangedora, pois havia um dos homens de guerra do exercito filisteus chamado Golias, esse desafiava veementemente os israelitas ou povo de Deus (I Sm 17:17,20). Durante quarenta dias Golias desafiava os israelitas pela manha e tarde (I Sm 17:16) Daí porém vendo que ele desafiava o exercito do Senhor, se pois a frente das fileiras, se dispôs a enfrentá-lo, mesmo contrariando o seu irmão Joabe, e mesmo sem saber o que poderia acontecê-lo (I Sm 17:26,28,29).

  • Davi comparece diante de Saul que entende a predisposição e lhe oferece armas para a peleja, porém Davi não conseguia suportar o peso das armaduras sobre o seu corpo (I Sm 17:38,39), Davi rejeita todo aquele aparato e opta pela forma mais simples (I Sm 17:40). Na direção de Deus tudo dá certo, quatro atitudes interessantes ele tomou, naquele momento: Tomou o cajado de pastor na mão; escolheu cinco seixos do ribeiro; pô-los no alforje de pastor que trazia, ou seja, no surrão e lançou mão da sua funda (I Sm 17:40), Bom já estou pronto certamente pensou Davi, não lute contra o inimigo desprovido, o rapazinho insignificante aos olhos do grande gigante venceu com uma funda e um pequeno seixo e uma fé inabalável, o homem mais temido por Israel. Mas qual o segredo dessa vitória? Além de ter essas armas tão insignificantes aos olhos do povo, ele usou o nome mais poderoso que todas as armas de guerra “O Senhor dos Exércitos” (I Sm 17:45,46). Essa foi a primeira vitória de Davi sobre o inimigo de Israel.

Seus fracassos.

  • O primeiro fracasso de Davi foi perder o controle da sua família, ele tinha filhos indisciplinados, Absalão se rebelou enganando o pai o depondo do trono, o seu outro filho estuprou a irmã, não corrigia e nunca contrariou os seus filhos como fez com Adonias (I Rs 1:5,6). Eli, seus filhos fizeram desordem (I Sm 2: 12-17, 29-31). Deus se irou contra a sua casa.
  • O segundo fracasso de Davi foi se entregar as paixões, ele era decidido quando a sua cabeça pendia para a guerra ele ia até o fim, quando era para amar as mulheres ele flechava de cabeça como se mergulha em um rio. Exemplo trágico foi o de Bate-Seba, parecia estar fora de si, os desejos incontroláveis leva a atos de quem parece nunca ter conhecido o Senhor, ele foi indiferente, indolente, até ser consumido pela luxuria, isso o levou ao adultério e um assassinato de um servo valente que sempre lhe defendia. Deus manda Natã ir ter com Davi (2 Sm 12) Deus age, e corrige a todos quanto o ama. (Pv 3:12; Hb 12:5a) Ele amava a Davi.
  • Terceira falha de Davi foi tornar-se vitima do seu próprio ego, autoconfiança de si mesma, e incitado por Satanás (1Cr 21.1) ele autorizou e insistiu com Joabe para contar o povo, depois que contou caiu em si e o seu coração doeu, dessa vez Deus usou o profeta Gade, vidente de Davi com as sentenças de Deus para ele (2 Sm 24:10-17; I Cr 21:1-30). Mas diante de tudo isso continuaria Davi ser o homem segundo o coração de Deus?

A sua humilhação e perdão

  • Jamais Davi deixou de ser escolhido de Deus, mesmo com todos os fracassos, pois as promessas de Deus sobre o seu trono estavam de pé, Deus não quebrou o seu conserto com Davi (Sl 89:3,4; 33-36; I Cr 17:12; 2 Sm 23.5; Lc 1:33).
  • Saiba, porém, que Deus nunca compartilhou com os pecados de Davi, entretanto em todas as suas iniqüidades fora cobrado, tanto com relação a sua família, adultério, assassinato e a contagem do povo, entre outros, mas nele existia algo que Deus muito se agradara, pois ele um homem de caráter, zeloso e adorador, e quando pecava se humilhava e arrependido buscava o perdão do Senhor (Sl 51: 1-12).

Cada vez que Davi buscava o perdão divino recebia, mas Deus não lhe isentava dos castigos e das conseqüências dos seus pecados.


CONCLUSÃO

As misericórdias de Deus para com Davi era a causa dele não ser abatido, não devemos seguir os exemplos pecaminosos com o pensamento que ao fazê-lo Deus há de nos perdoar, simplesmente pelo fato de ser Davi segundo o coração de Deus. Deus não mudou e tudo que o homem semear ele ceifará (Gl 6:7). Davi perdeu privilégios foi impedido de construir a casa de Deus (I Cr 17:4; 22:5). Deus fez muitas coisas por Davi e tudo quanto Deus fez por ele foi lembrado por Natã (I Cr 17:1-15), mas na hora de edificar o templo, Deus disse: NÃO. Esse foi um dos maiores castigos para Davi. Lições como estas devemos guardar com muito cuidado para não pecarmos voluntariamente por achar que estamos no coração de Deus, Ele me perdoa, ou não leva em conta as minhas iniqüidades. Cuidado! Você pode estar enganado, e até perder a salvação.


“Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para aqueles que guardam o seu conserto e os seus testemunhos” Sl 25:10.


Pr. Elis Clementino – Itapissuma - PE

2 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Ola Pastor Elis!

Estou passeando na net para conhecer blogs cristãos, saber o que o povo está buscando e falando... E para divulgar meu blog, o Genizah.

Muito legal o trabalho que vocês fazem aqui! Parabéns.

Vou seguir vocês e espero pela oportunidade daquela troca de irmão em Cristo aqui ou no meu blog, se você me der a honra e prazer da visita.

Genizah é um blog de apologética cristã com uma boa dose de humor. Nosso time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

Espero que goste. Paz e Bem!

Danilo


http://www.genizahvirtual.com/

sidnei pontes disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS PR. ELIS CLEMENTINO, GOSTARIA DE PARABENIZAR POR MAIS ESTE TRABALHO NA INTERNET, É O IRMÃO SIDNEI E IRMÃ FABIANA DE - JAGUARIBE - GOSTARIA DE SABER SE PODEMOS DAR UMA SUGESTÃO DE UM TEMA PARA A INSTRUÇÃO - A SUGESTÃO É ESSA : ( SÓ EXISTE UM OLEIRO ) GOSTARIA QUE O SR. ANALIZASSE COMO É PROFUNDO O MESMO, POIS NO NOSSO MEIO EXISTE MUITOS QUERENDO SER O OLEIRO E SE ESQUECENDO QUE É UM VASO, FABIANA PONTES.

Foto